Notícia

190 milhões de EUR para PME portuguesas inovadoras anunciados na Web Summit em Lisboa

O FEI apoia investimentos no valor de 190 milhões de EUR destinados a empresas portuguesas inovadoras com base em dois novos fundos de capital próprio geridos pela Vallis Capital Partners e pela Mustard Seed MAZE - Estes fundos beneficiam do apoio da UE no âmbito do mecanismo InnovFin Capital Próprio, do programa COSME EFG e do Plano Juncker - Os dois fundos foram lançados na Web Summit 2018, em Lisboa, pelo Comissário Carlos Moedas, pelo FEI e por representantes da Vallis Capital Partners e da Mustard Seed MAZE.

 

O FEI apoia investimentos no valor de 190 milhões de EUR destinados a empresas portuguesas inovadoras com base em dois novos fundos de capital próprio geridos pela Vallis Capital Partners e pela Mustard Seed MAZE.


Estes fundos beneficiam do apoio da UE no âmbito do mecanismo InnovFin Capital Próprio, do programa COSME EFG e do Plano Juncker.


Os dois fundos foram lançados na Web Summit 2018, em Lisboa, pelo Comissário Carlos Moedas, pelo FEI e por representantes da Vallis Capital Partners e da Mustard Seed MAZE.


O Fundo Europeu de Investimento (FEI), com o apoio do mecanismo InnovFin Equity e do programa COSME EFG, está a investir em dois fundos de capital próprio em Portugal - Vallis Capital Partners e Mustard Seed MAZE Social Entrepreneurship Fund I. Estes investimentos beneficiam do apoio do Fundo Europeu para Investimentos Estratégicos (FEIE), o cerne do Plano de Investimento para a Europa.

 

Sendo o primeiro fundo de investimento de impacto social em Portugal, espera-se que o Mustard Seed Maze Social Entrepreneurship venha a ser um fator de mudança no mercado português. Proporcionará a primeira fonte de financiamento estável para os modelos empresariais de inovação social mais promissores em Portugal. Os investimentos do fundo Vallis Capital Partners destinar-se-ão a apoiar as dinâmicas de sustentabilidade, incluindo setores relacionados com o crescimento demográfico e a escassez de recursos naturais.

 

A Vallis Capital Partners lançou um fundo vocacionado para o mercado inferior-médio no montante de 150 milhões de EUR, o Vallis Sustainable Investments II, que se destina às PME portuguesas nos próximos 5 anos. O investimento do FEI beneficia do apoio da UE no âmbito do programa COSME financiado pela Comissão Europeia.

 

O Mustard Seed MAZE Social Entrepreneurship Fund I é um fundo de investimento com impacto social, no valor de 40 milhões de EUR, que investe em empresas sociais em Portugal e que terá o apoio da vertente PME em fase precoce do mecanismo InnovFin Capital Próprio, ao abrigo do Horizonte 2020, o programa-quadro da UE para a investigação e a inovação, e do Acelerador de Impacto Social. Será o primeiro fundo de investimento de impacto vocacionado para as empresas sociais portuguesas.

 

Ambos os fundos beneficiam do apoio do Fundo Europeu para Investimentos Estratégicos (FEIE), que está no âmago do Plano de Investimento para a Europa - o Plano Juncker.

 

O Comissário Europeu Carlos Moedas, responsável pela Investigação, Ciência e Inovação, declarou o seguinte: «Estas duas iniciativas no âmbito do Plano Juncker, no valor de 190 milhões de EUR, darão às pequenas e médias empresas portuguesas o impulso de que necessitam para mostrarem os seus talentos e materializarem as suas ideias em projetos concretos. Serão disponibilizados capitais frescos para projetos inovadores de elevado valor acrescentado e para empresas sociais, dois setores fundamentais para o futuro da economia europeia. A Web Summit é provavelmente o local mais simbólico onde tais iniciativas podem ser formalizadas.»

 

As assinaturas tiveram lugar na Web Summit 2018, em Lisboa, na qual o Grupo BEI patrocinou o Growth Stage e acolheu visitantes no Growth Lounge durante o evento tecnológico mais importante da Europa.

 

O Vice-Presidente do BEI, Ambroise Fayolle, declarou: «O Grupo BEI acredita no potencial das empresas inovadoras em Portugal, pelo que nos congratulamos com o facto de o FEI se associar a estes dois fundos. Estes acordos contribuirão para reforçar o ecossistema de capitais próprios português. A vitalidade da economia europeia depende da sua capacidade de inovação e o apoio da UE continua a ser um elemento essencial.»

 

O Diretor Executivo do FEI, Pier Luigi Gilibert, declarou por seu lado: «É com o maior prazer que o FEI assina dois novos acordos de participação no capital por ocasião da Web Summit, em Lisboa, para apoiar as empresas portuguesas. Esta cooperação, que deverá desencadear investimentos no valor de 185 milhões de EUR, contribui para a criação de emprego e para o crescimento em Portugal.»

 

Eduardo Rocha, Diretor Executivo da Vallis Capital Partners, declarou: «Temos a honra de contar com o FEI como um dos nossos principais investidores desde o início do nosso primeiro fundo, e vemo-lo agora consolidar o seu investimento no nosso segundo fundo, o Vallis Sustainable Investments II.

 

A nossa parceria a longo prazo com o FEI foi reciprocamente bem-sucedida e permitiu à Vallis investir nas empresas portuguesas mais inovadoras e promissoras, promovendo o seu crescimento, modernizando os seus processos, alargando o seu alcance internacional, criando postos de trabalho e, em última instância, gerando valor para os investidores e para a sociedade no seu conjunto.»

 

Os sócios gerentes do Mustard Seed MAZE Social Entrepreneurship Fund I, António Miguel e Henry Wigan, afirmaram: «Estamos muito gratos pelo apoio do FEI e dos outros parceiros, que nos permitirá continuar a apoiar equipas de talento para fazerem face aos desafios mais prementes a nível mundial. Este fundo efetuará a maior parte dos investimentos em empreendimentos de impacto baseados em Portugal, com diversos tipos de financiamento disponível, desde capital de pré-lançamento até capital de série A/B, proporcionando assim aos nossos fundadores um parceiro de capital paciente e flexível enquanto dão resposta a desafios sociais e ambientais arraigados.»

 

Finalidades

O Fundo Europeu de Investimento

O Fundo Europeu de Investimento (FEI) faz parte do grupo do Banco Europeu de Investimento. Tem por principal missão ajudar as micro, pequenas e médias empresas europeias, facilitando-lhes o acesso ao financiamento. O FEI cria e realiza tanto operações de capital de risco como de capital de crescimento, bem como instrumentos de garantia e de microfinanciamento que visam especificamente este segmento de mercado. Desta forma, o FEI prossegue os objetivos da UE nos domínios da inovação, da investigação e desenvolvimento, do empreendedorismo, do crescimento e do emprego.

 

O InnovFin - Financiamento da UE para Inovadores

O InnovFin Capital Próprio faz parte do InnovFin - Financiamento da UE para Inovadores, uma geração de instrumentos financeiros e de serviços de aconselhamento da UE desenvolvidos no âmbito do Horizonte 2020, o Programa-Quadro de Investigação e Inovação (2014-2020), para ajudar as empresas inovadoras a acederem ao financiamento com mais facilidade. O «InnovFin - Financiamento da UE para Inovadores» contribuirá para injetar cerca de 50 milhões de EUR em investimentos em investigação e inovação em toda a Europa.

O InnovFin Capital Próprio fornece investimentos e coinvestimentos em capital próprio a, ou juntamente com, fundos especializados no financiamento em fase inicial de empresas que operam em setores inovadores abrangidos pelo Horizonte 2020, que se situam ou operam na UE ou nos países associados do Horizonte 2020.

As empresas podem contactar as instituições financeiras selecionadas no seu país para acederem ao InnovFin e a outras fontes de financiamento da UE: http://www.access2finance.eu/.

 

O programa COSME

O COSME é um programa da UE para a Competitividade das Pequenas e Médias Empresas, sendo uma parte significativa do programa dedicada aos instrumentos financeiros geridos pelo FEI. Os instrumentos financeiros do programa COSME visam melhorar o acesso ao financiamento por parte das PME e fomentar a competitividade das empresas europeias. Os instrumentos financeiros do programa COSME operam entre 2014 e 2020, com um orçamento previsto de 1,3 mil milhões de EUR.

 

O Plano de investimento para a Europa

O Plano de Investimento para a Europa (o Plano Juncker) centra-se principalmente na eliminação dos obstáculos ao investimento, aumentando a visibilidade dos projetos de investimento e fornecendo-lhes assistência técnica, utilizando de forma mais inteligente tanto os novos recursos financeiros como os já existentes. Em outubro de 2018, o Plano de Investimento tinha já mobilizado mais de 344 mil milhões de EUR de investimento em toda a Europa, incluindo 7,3 mil milhões de EUR em Portugal, e apoiado 793 000 pequenas e médias empresas.

 

O Acelerador de Impacto Social

O acelerador de impacto social (SIA) é uma parceria público-privada pan-europeia no valor de 243 milhões de EUR que visa dar resposta à crescente necessidade de financiamento em capitais próprios para apoiar as empresas sociais. O SIA constitui um primeiro passo na estratégia do Grupo BEI (Banco Europeu de Investimento e FEI) para ser pioneiro no domínio do investimento de impacto e contribuir para o objetivo político mais vasto da UE de criar um mercado de financiamento sustentável para o empreendedorismo social na Europa.

 

A Vallis Capital Partners

A Vallis é uma sociedade de participações privadas independente que apoia a criação de valor intrínseco a longo prazo com base numa participação proativa e numa abordagem prática às empresas da sua carteira.

A Vallis investe em PME ibéricas inovadoras com elevado potencial de crescimento, cujos motores de procura estão fortemente associados às tendências sustentáveis a médio e longo prazo, criando valor para os investidores e contribuindo simultaneamente para um mundo mais sustentável.

A Vallis foi o primeiro gestor de ativos português a endossar os «Princípios para o Investimento Responsável» (PRI) das Nações Unidas, estando genuinamente empenhada nas questões do ambiente, da responsabilidade social e do governo das sociedades.

 

A Mustard Seed MAZE

A Mustard Seed MAZE é um consórcio entre a Mustard Seed e a MAZE.

A Mustard Seed é um fundo de capital de risco em fase precoce que tem um historial de investimento em empresas europeias de rápido crescimento que estão a reequacionar a forma de procurar soluções para os mais difíceis problemas sociais e ambientais a nível mundial.

A MAZE é uma empresa de investimento de impacto que trabalha com empreendimentos de impacto e investidores a fim de encontrar soluções eficazes para os desafios sociais e ambientais. Foi criada pela Fundação Calouste Gulbenkian, uma fundação portuguesa constituída em 1956 e líder reconhecida na agenda do investimento de impacto em Portugal ao longo da última década.

Partilhar:
Voltar